Conexões e Reflexões Sobre Economia

Tomislav R. Femenick
 Jundiai-SP: Paco Editorial, 2011.


PREFÁCIO

Diógenes da Cunha Lima (*)

Tomislav é filho de mossoroense e de croata. Liga, pois, o imprevisível: o País de Mossoró à Europa montanhosa.

Tomislav herdou o seu nome do primeiro rei da Croácia, duque coroado no ano de 925.

Todo artigo jornalístico tem por objetivo expor e investigar os acontecimentos que delineiam os contornos de uma sociedade.

O caráter opinativo que predomina ao longo do texto, emprestando-lhe a necessária, porém contida, carga emocional, aciona o inerente repertório de experiências do leitor, incitando-o a refletir e posicionar-se diante da realidade que ora se lhe apresenta.

A tarefa não é simples. Exige conhecimento a respeito do tema abordado, técnica para desenvolvê-lo de maneira coerente e, sobretudo, habilidade para evitar o tom didático, pretensioso, por vezes rebuscado na forma e no conteúdo.

Amparado pelo vasto currículo acadêmico e profissional, Tomislav R. Femenick, mestre em Economia, com extensão de Sociologia e História, bacharel em Ciências Contábeis, professor em algumas das mais conceituadas faculdades de São Paulo e Natal, aplica ao cotidiano o conhecimento adquirido, generosamente compartilhando-o com o leitor.

Conexões e Reflexões sobre Economia, coletânea de artigos publicados nos jornais de maior expressividade de São Paulo, Rio de Janeiro, Natal e Mossoró, é obra que demonstra a plena sintonia de seu autor com o momento atual.

O apuro técnico na abordagem de cunho sócio-histórico-econômico, reflexo da segurança com que Tomislav discorre acerca de atos e fatos, estabelecendo-lhes conexões para delas tecer precisos comentários, confirma a intimidade com o tema analisado.

O texto ágil, de refinada inteligência, garante imediato e natural entendimento das questões examinadas, permitindo ao leigo aproximar-se de uma temática quase sempre inacessível devido à falta de familiaridade com jargões econômicos.

Dessa forma, Tomislav R. Femenick, que se faz intérprete e porta-voz de um momento social, registra história tendo por fio condutor a análise de atos, fatos, conexões e reflexões econômicas de uma época.

(*) Presidente da Academia Norte-Riograndense de Letras
________________

RESGATANDO O POSSÍVEL

Carlos Peixoto (*)

A verdade sobre os lugares comuns é que eles, bem examinados à luz das experiências, se mostram falsos. Assim é com a opinião corrente – transformada em justificativa para a inércia de muitos governantes – sobre a falta de um pensamento científico e de análises históricas validas para a formulação de uma política econômica local que seja ao mesmo tempo emancipadora, em relação às bases seculares da dependência regional, e empreendedora face aos elementos geográficos e climáticos do nordeste brasileiro.

O pensamento e o trabalho do economista Tomislav R. Femenick, com mestrado na PUC de São Paulo, título ao qual ele sabiamente juntou uma especialização em sociologia e história, se inscreve dentro das exceções e dos desmentidos a esse lugar comum. O ponto de partida das argumentações apresentadas aqui não são as velhas constatações lamurientas em torno de riquezas e oportunidades perdidas pelo Rio Grande do Norte – mais particularmente as regiões Oeste e do Seridó, antes conhecida como os “celeiros potiguar” – e, sim, uma tentativa para entender e explicar as razões daquelas perdas, extraindo delas lições e formulando alternativas que resgatem o possível para um novo recomeço. É preciso ressaltar, a par da capacidade intelectual, que o autor é um otimista, para sempre crédulo de que há sempre um possível para a ilimitada capacidade de adaptação e criação da mente e dos esforços humanos para vencer desafios.

Desafios não são estranhos a Tomislav. Sabem bem os que o conhecem pessoalmente ou através apenas da sua produção literária. “Impressionante” é o mínimo que se pode dizer acerca do seu livro Os Escravos: da escravidão antiga à escravidão moderna, editado em 2003, um amplo panorama em um só volume (672 páginas) de todos os estudos sobre a escravidão humana, desafio ao qual Tomislav soube dar soluções intelectuais brilhantes sem prejuízo da análise, da informação é do conhecimento do tema.

A maioria dos textos reunidos neste volume foi publicada, inicialmente, como artigos no caderno de Economia do jornal Tribuna do Norte (Natal/RN). Outros foram publicados em jornais de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e, também, em outros periódicos do Rio Grande do Norte. A colaboração de Tomislav com a TN é antiga, o que faz parecer a nós dois, eu como diretor de redação e ele articulista, algo próximo aos “dinossauros” dos tempos áureos do jornalismo. Recorro a essa imagem, meio por brincadeira, mas também para ressaltar uma outra excelência no autor: seu gosto ilimitado pela leitura e o amplo alcance do conhecimento adquirido através dessa prática que aos jovens da era digital – infelizmente – começa a parecer “jurássica”.

Tomislav R. Femenick, descendente das raças croatas e nordestinas, ancorado no chão duro e calcinado de Mossoró, não conhece limites para o gênio e o empreendedorismo do homem. O convite que ele nos faz é o de embarcarmos em uma viagem do conhecimento, na qual riquezas passadas e presente econômico são sementes, pedra e cal para a construção de um outro futuro de desenvolvimento, desejado e possível.

(*) Diretor de Redação do jornal Tribuna do Norte.